Três cuidados essenciais para manter a saúde no inverno

Dia Nacional do Medicamento Genérico: saiba porquê você tem motivos para comemorar
19 de maio de 2020
Dicas para prevenção de doenças na cidade
2 de julho de 2020
Exibir tudo

Três cuidados essenciais para manter a saúde no inverno

As quedas de temperatura já começaram no Brasil, especialmente nas regiões sul e sudeste do país. Com o frio, algumas doenças – especialmente as respiratórias – se tornam mais frequentes. Para não deixar que elas peguem você, alguns cuidados são essenciais neste período. Dividimos as dicas em três áreas essenciais importantes da sua vida:

Cuidados com o corpo

Existem mais de 100 vírus capazes de causar problemas respiratórios. Para se proteger, uma das principais medidas é tomar a vacina contra a gripe. Ela não é só importante para a prevenção do vírus influenza, porque quando o corpo se esforça para enfrentar uma gripe, ele pode abrir espaço para outras infecções, por isso a proteção da vacina é tão importante.

Outro cuidado fundamental é a hidratação, por conta das temperaturas mais frias é comum tomarmos pouca água, porém, no inverno o clima fica mais seco e o ambiente mais propenso à disseminação de vírus e bactérias. Ficar desidratado abre espaço para invasores, então, não se esqueça de que, além de tomar muita água, sucos e chás são boas opções para se hidratar.

Por fim, a alimentação é fundamental. Ao contrário do que muita gente acredita, alimentos gelados, como sorvete, não causam gripes. O importante é ter mais atenção com a qualidade da comida, comidas saudáveis ajudam a manter as funções do corpo e aumentam a imunidade. Monte seu cardápio diário com frutas cítricas como laranja, limão, morango e acerola. Castanhas e sementes como linhaça, gergelim, girassol e de abóbora também são ótimas opções. A vitamina A ajuda a prevenir infecções e pode ser encontrada na cenoura, beterraba, tomate e mamão. E não esqueça da vitamina D, ela pode ser encontrada nos peixes e ovos, mas também precisa ser sintetizada pela radiação solar. Então, inclua um banho de sol diário na lista dos seus cuidados com o corpo.

Cuidado com a casa

O primeiro mandamento de uma casa à prova das doenças comuns de inverno é manter o espaço arejado. Com o frio é natural que as pessoas fechem janelas, portas e persianas para se protegerem. No entanto, é aí que acabam se expondo ainda mais aos riscos das infecções. Inclusive do coronavírus. Por isso, além do esforço de manter a circulação de ar é necessário o cuidado para evitar aglomerações que também ajudam a propagar todas as doenças causadas por vírus e bactérias. Se puder contar com um purificador de ar, ele ajuda a evitar os microrganismos. Passar o aspirador de pó com frequência também é importante para eliminar ácaros que ficam na poeira e podem agravar doenças respiratórias como a asma. Desinfetar o chão e principalmente os locais que são frequentemente pontos de contato para as mãos como maçanetas e corrimãos também são essenciais e combatem todo tipo de infecções causadas por vírus e bactérias. No caso do coronavírus, não basta apenas cuidar de casa, mas também ficar em casa sempre que possível, pois é a forma mais eficaz para evitar a contaminação, ao menos até que a vacina seja encontrada e esteja disponível para todos.

Cuidado com os hábitos

Um dos sintomas do frio é o aumento da dificuldade em sair da cama e um dos primeiros efeitos colaterais disso é a redução das atividades físicas. Mas é bom se esforçar para manter esse hábito. Além dos exercícios auxiliarem no aumento da imunidade e da atividade respiratória, eles também previnem um outro problema que se torna mais comum no inverno: as doenças circulatórias. Elas se tornam mais frequentes por conta dos vasos sanguíneos que se contraem como forma de não perder calor para o ambiente. É o que se chama de vasoconstrição. Além das atividades físicas, o costume de usar máscara também é importante para evitar a contaminação não apenas do coronavírus como de outras

doenças respiratórias. Lembre-se que os asiáticos já cultivam esse hábito bem antes da pandemia do coronavírus. Não fumar, principalmente em locais fechados ou pouco ventilados também é fundamental e, claro, apesar da água da torneira ficar bem mais fria, é essencial lavar as mãos várias vezes ao dia.