Dia Mundial da Atividade Física: aproveite para fazer exercícios (mesmo dentro de casa)

5 dicas para se proteger de doenças respiratórias
3 de abril de 2020
Aumente sua imunidade: 5 passos para deixar seu corpo mais protegido
4 de maio de 2020
Exibir tudo

Dia Mundial da Atividade Física: aproveite para fazer exercícios (mesmo dentro de casa)

Com o fechamento de comércios, serviços e a manutenção apenas de serviços essenciais, a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) no mundo todo é para ficarmos em casa. Mas o isolamento traz muitas consequências duras como a falta de socialização, o tédio e também a dificuldade de fazer exercícios físicos. Até porque parques e academias também estão fechados. Mas não se desespere, nem desista da atividade física. Trazemos aqui bons motivos e dicas para você se movimentar na quarentena.

Por que é importante fazer exercícios físicos?

Atividade física está longe de ser apenas uma questão estética. Ela ajuda na capacidade respiratória, no trabalho cardiovascular, na circulação e, por isso, também é fundamental para evitar hipertensão, diabetes e outras doenças crônicas. Mas o isolamento social também comprova que a prática de exercícios físicos tem outras vantagens. Comece a se exercitar e você vai sentir a melhora em fatores essenciais para quem fica em casa, como a qualidade do sono e do humor, além de outro item fundamental: a melhora do sistema imunológico. Sim, atividade física é um aliado para prevenir doenças, mas não exagere, se você forçar demais o efeito é oposto e sua resistência pode baixar.

A tecnologia como personal trainer

Exercícios para melhorar a respiração, a coordenação motora, força, atividades funcionais e yoga. O cardápio é variado e você pode encontrar uma série de treinos disponíveis na internet. Sabemos que a tecnologia tem sido uma aliada inseparável durante o isolamento social para assistir filmes, séries, desenhos, cozinhar e ouvir música. Então, use também o computador e o celular para se exercitar. Muitas empresas, academias e profissionais de educação física liberaram aplicativos de exercícios gratuitos. Entre eles estão o BIFIT, Freeletics Bodyweight, 5 minutos de Yoga e o Queima Diária.

Atividade física certa para cada um

Na hora de escolher quais treinos e exercícios fazer dentro de casa é importante levar em conta principalmente fatores como idade e o objetivo de cada um com a atividade física. Também é preciso atenção se você resolveu aproveitar a quarentena para começar a praticar exercícios. Vá devagar. Idosos precisam focar mais em exercícios de mobilidade e força (para aumentar a capacidade muscular). Para queimar calorias o ideal são os treinos aeróbicos, em que você precisa se mexer e aumentar a frequência cardíaca e a atividade respiratória. Subir e descer escadas é uma alternativa. Ah, e não podemos nos esquecer das crianças. Para elas o ideal são as atividades que gastam energia e contam com uma dose de diversão. Pular corda ou jogar amarelinha são boas opções.

Não se esqueça do alongamento

Antes ou depois de uma atividade física, o alongamento é essencial e liberado para todas as pessoas, dos idosos às gestantes. Além de prevenir lesões, o alongamento também oferece uma série de benefícios como o aumento da flexibilidade e o fortalecimento das articulações. Alongar também traz outras duas vantagens muito importantes para quem está trancado em casa todo esse tempo: relaxamento e melhora na imunidade. Além disso, para se alongar não há desculpas. Você pode praticar em qualquer cantinho da sua casa.

Encare essa série

Exercícios que utilizam o peso do seu próprio corpo e também os espaços disponíveis são perfeitos para este momento. O importante é tentar trabalhar todos os grupos musculares e também a respiração. Os exercícios tradicionais como flexão de braços, abdominal e o bom e velho polichinelo são excelentes alternativas para ganhar força, melhorar a postura e se movimentar. Para transpirar há a opção de correr parado, o que os professores chamam de corrida estacionária e é bem simples: você faz todos os movimentos de uma corrida, mas sem sair do lugar. Ah, e não esqueça sempre de buscar orientação de um profissional tá? Bora malhar!